Castelo de Vincennes

Castelo de Vincennes – Joia Medieval em Paris

Neste post irei contar um pouco da história do Castelo de Vincennes, em Paris, e também explicarei como chegar até ele, e o que esperar da visita. Já adianto que é um passeio mais “alternativo”, pois fica longe do centro de Paris, e não tem muitos turistas, o que deixa o clima medieval melhor ainda!!!

História do Castelo de Vincennes

Conhecido como Château de Vincennes, foi erguido entre os séculos XIV e XVII, inicialmente, como pavilhão de caça, mas no decorrer de sua história teve diferentes funções. Construído nos subúrbios de Paris, no Bairro Bois des Vincennes, na época do Rei Luis VII (aproximadamente em 1150), é um dos mais importantes castelos da França. No decorrer da Idade Média o Castelo foi fortificado, sendo construído o seu fosso e uma grande muralha, que se estende por mais de 1 km. De início, foi moradia dos Reis franceses, que se mudaram do Palácio do Louvre buscando fugir das insurreições populares que ameaçavam sua segurança e da peste, que assolava Paris.

Na Renascença, apesar de ter se tornado a 3ª Residência Real, foi progressivamente abandonado, com as atenções se focando no Palácio de Versalhes, quando em 1682 o Rei Luis XIV para lá se mudou.

No séc XVIII foi sede da manufatura Porcelana de Vincennes, e posteriormente, serviu como prédio da Prisão do Estado. Foi inclusive nesta prisão que o famoso Marquês de Sade ficou preso.

Durante a Revolução Francesa, cerca de 1.000 trabalhadores invadiram o castelo, roubando objetos e causando danos ao castelo, quando então ficou um tempo abandonado.

Em 1796 o local serviu de depósito para o arsenal de armas e na época de Napoleão foi usado como quartel militar. Na 2a Guerra Mundial nazistas invadiram o local. Quando ficaram sabendo da liberação da França pelos Aliados, explodiram diversas bombas na fortaleza, que sofreu vários danos.

Hoje, está sob os cuidados do Ministério da Cultura e da Defesa (no interior está sediado o Serviço Histórico de Defesa).

Castelo de Vincennes
Entrada do Castelo de Vincennes

Visitando o Castelo de Vincennes

#dicaViajandoSemTedio: reserve metade do dia para este passeio!!!

Site Oficial neste link.

Endereço: 1 avenue de Paris

Horários:

  • De 23 de setembro a 20 de maio: 10:00 às 17:00 h
  • De 21 de maio a 22 de setembro: 10:00 às 18:00 h

Ingressos:

  • Castelo: 9,50 €
  • Entrada gratuita com Paris Pass e Paris Museum Pass.
  • Visita até a parte superior da Capela: 13 €
  • Durante alguns horários do dia ocorrem visitas guiadas gratuitas.

Como chegar no Castelo de Vincennes??

Pegar o metrô Linha 1 e descer na estação Chateau de Vincennes ou Trem RER A e descer na estação Vincennes.

De ônibus pegar alguma das seguintes linhas: 46, 56 ou 86.

Ao redor do Castelo há um grande gramado, onde é possível descansar e até mesmo fazer um picnic. A parte externa do Castelo tem acesso gratuito.

Pensando em viajar para Paris?? Então veja uma recomendação de Livros para se ler antes de conhecer Paris.

O Castelo e sua função de fortaleza

O complexo de Vincennes é um dos belos exemplares de arquitetura medieval preservados. Possui um muro (que hoje em dia é bem baixo), e do lado de dentro um fosso, que servia como proteção, mas também como local para se despejar latrinas com os dejetos do castelo. Após o fosso temos a chamada torre de menagem (uma fortaleza). Ela é o prédio que cerca a parte externa do castelo, com aberturas chamadas “mata-cães” (onde vertiam óleo quente nos invasores), e com proeminências chamadas parapeitos, as quais possuíam aberturas para se verter óleo quente ou chumbo derretido nos inimigos. O teto de chumbo que recobre esta torre tinha a função de impedir que flechas incendiárias atingissem os soldados. Enfim, eram muitos obstáculos que os inimigos precisariam ultrapassar para chegarem no castelo propriamente dito!!!

Por Dentro do Castelo de Vincennes

Logo na entrada do Castelo há uma ponte levadiça, que podia prender o inimigo indesejado em uma gaiola. Em seguida, há um espaço aberto onde era possível cercar o inimigo e impedir o seu acesso ao interior do castelo.

Quando eu fui, era alta temporada, mas por incrível que pareça, não havia quase ninguém. Imagino que deva ser porque não é um passeio muito conhecido e fica mais afastado do centro. Havia só mais uma família, e eu praticamente andei sozinha pelo castelo, o que foi muito bom, pois deu um ar meio misterioso: o que será que eu encontraria dentro da próxima sala???

O Castelo em si não possui quase nenhuma mobília, está meio vazio, mas é um dos castelos com mais clima “medieval” que já visitei. Além dos aposentos reais, temos acesso às antigas celas, algumas das quais conservam as pinturas feitas nas paredes pelos prisioneiros.

Subindo até a torre, tem-se um grande sino. E bem quando cheguei debaixo dele, advinhem?! Ele começou a tocar, foi um susto que só!!! rsrs A vista do alto da Torre é deslumbrante, vale muito a pena!!!

Construiu-se fora do castelo, no século XVII, duas moradias reais: uma ao rei, e a rainha. Nestas moradias viveram a Rainha-mãe da Áustria e o Cardeal Mazarin, mas estes prédios não podem ser visitados.

Capela do Castelo

Foi construída entre 1547 e 1559, inspirada na Sainte-Chapelle, também em estilo gótico. Nesta Capela dizem estar guardado um fragmento da relíquia da Coroa de Espinhos (outro fragmento está na Saint Chapelle). A capela está aberta apenas em alguns horários específicos, então verificar antes de ir no site oficial (link aqui). Você pode visitar o interior da Capela com o mesmo ingresso do Castelo, porém, para acessar sua parte superior é preciso um ingresso a parte (eu não cheguei a fazer esta visita). No andar superior há um pequeno museu com a história da construção da capela. A capela em si é um pouco vazia, não tem nem bancos, mas possui lindos vitrais. Quando fui estava tendo uma intervenção artística em seu interior, com vários soldados em miniatura.

Castelo de Vincennes
Capela do Castelo

Viajando para o exterior pela 1a vez?? Então leia este post sobre dicas de viagens internacionais.

Concluindo: se você gosta de castelos, não deixe de visitar o Castelo de Vincennes, garanto que não irá se arrepender!!! E se você está cansado de lugares cheios de turistas, também não deixe de ir até lá!!!

Ah, e caso queira passar o dia na região, há diversos parques nas proximidades, inlcuindo o Parc Floral, que dizem ser muito boninto!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima