amsterdam holanda

Amsterdam Holanda: Dicas do que fazer e se planejar

Amsterdam, na Holanda, possui diversas atrações para todos os gostos. É uma cidade que é muito animada, principalmente no verão. Possui diversos museus, e é reconhecida pelos seus canais, que cortam toda a cidade. Neste post darei dicas de passeios para se fazer, dicas de hospedagem, e de museus, incluindo aqueles em que é quase obrigatório comprar com antecedência.

Melhor Época Para Ir Para Amsterdam Holanda

amsterdam holanda
Canais durante o outono

Eu fui durante o verão, e acredito que nenhuma outra estação será mais animada do que esta. Caso esteja a procura de badalação, a época é esta. No verão há diversos shows aos vivo gratuitos, como o Leidsplein Festival, que ocorre no centro da cidade. As temperaturas também são amenas e o tempo muito bom, o que possibilita fazer passeios ao ar livre, andar de bike, e tirar lindas fotos. Já no inverno, o frio acaba atrapalhando, e costuma chover mais. Agora, se quiser tirar lindas fotos, a melhor época é no outono, quando as árvores ficam com as folhas amarelas e vermelhas.

amsterdam holanda
O Festival de Leidsplein, que ocorre todos os anos, de dia até a noite.

Onde se Hospedar em Amsterdam

Nos últimos anos, se hospedar em hotéis em Amsterdam tem ficado bem caro!!! O preço chega bem próximo do praticado em Paris. Por isso, muitos optam por hospedagem nas cidades circunvizinhas, onde há linhas de trem rápidas e eficientes. Uma dica é a cidadezinha de Haarlem, que fica a 15 minutos de trem da estação central de Amsterdam. Lá é possível encontrar hotéis e AirBnb com preços bem mais em conta e também curtir alguns momentos longe da agitação de Amsterdam (possui uma praça central que é um charme!).

Eu quando fui para Amsterdam fiquei hospedada bem ao lado do centro de Amsterdã, no Eden Studios and Apartments (confira no link do Booking.com). Foi possível fazer tudo a pé, incluindo a ida ao Rijksmuseum e ao Van Gogh museum. O atendimento também é muito bom, e os quartos são limpos e confortáveis. Confira outras opções abaixo (reservando pelo link vocês nos dão uma ajudinha 😉

Booking.com

Coffee-Shops que não são Coffee-Shops

A maioria das pessoas que vão para lá já sabem desta história. Mas não custa contar aqui. Para os que não sabem, a cidade permite a venda e consumo de algumas drogas (como maconha e haxixes). O nome coffee-shop não quer dizer que seja uma “cafeteria”. Lá dentro é permitido consumir estas drogas, seja fumando ou em preparações como chá, bolo ou doces. Mas caso esta não seja sua praia, nem recomendo entrar, pois poderá ser desconfortável!  Os mais famosos coffeeshops são The BulldogDe Jolly Joker e Greenhouse.

Museus em Amsterdam Holanda

Há muitos museus em Amsterdam, principalmente os de arte, como o majestoso Rijksmuseum. Mas há também opções de museus sobre história, como a Casa da Anne Frank.

Museu Van Gogh Amsterdam

Endereço: Museumplein 6

Ingressos: 20€

Site oficial neste link.

Para quem aprecia impressionismo, este museu é um prato cheio!!! Ali está a maior coleção do mundo do pintor!!! Mas também há outras obras de seus contemporâneos, assim como aqueles pintores que foram por ele inspirados.

Eu recomendo ouvir o audioguia, ao custo de 6 euros. Com ele você poderá conhecer as obras por ordem cronológica e então entender os ciclos de vida pelos quais Van Gogh passou. Em cada fase de sua vida suas pinturas refletiam um estado de ânimo diferente, marcado muitas vezes por depressão e alucinações. Durante sua vida teve sérios problemas mentais, que culminaram com sua morte, ao atirar no próprio peito durante um episódio psicótico.

Há a coleção permanente e também exibições temporárias. Há uma sala que refaz o quarto da tela “Quarto em Arles”, de 1888, além de material audiovisual, cartas do pintor e diversos desenhos.

Ao final do museu há uma lojinha que vende diversos souvenires, mas o mais legal é poder comprar uma cópia de sua tela preferida. Elas são vendidas em diversos tamanhos e já são embaladas para você levar na mala.

museu do van gogh
Pintura “Quarto em Arles”

Rijksmuseum Amsterdam Holanda

Endereço: Museumplein/Museumstraat 1

Ingressos: 22,50 €

Site oficial neste link.

Este é o principal museu de Amsterdam. Ele é um dos mais antigos, de 1808. Em 1885 o museu mudou-se para a localização atual, em uma construção que combina elementos góticos e renascentistas. Só a fachada já é um espetáculo a parte.

Pode-se apreciar um grande acervo de obras-de-arte da “idade do ouro” holandesa e arte asiática. As obras no interior do museu estão dispostas em ordem cronológica, em 4 andares e 80 salas. Fora pinturas, há gravuras, desenhos, fotografias, prataria, porcelana, móveis, jóias, armas, roupas e outros objetos do passado. As obras mais famosas que estão expostas são A Ronda Noturna, de Rembrandt (1642) e  A Leiteira, de Johannes Vermeer (1660). Mas há diversas outras obras destes famosos pintores e muitos outros.

O interior do museu também é bem interessante. Inclusive, há no meio dele uma ciclovia que permite que bicicletas passem por dentro do vão central do museu.

Enfim, é um passeio para metade de um dia. Caso você não seja tão fã de arte, planeje com antecedência os locais que te interessam mais para não perder muito tempo andando pelo museu.

Atenção: se quiser evitar filas, visitar fora do horário de pico, entre 11h e 14h.

Casa de Anne Frank Amsterdam Holanda

Endereço: Westermarkt 20

Ingressos: 16€

Site oficial neste link

Este é um dos passeios que precisam ter planejamento com muita antecedência, pois é preciso adquirir os ingressos online (link aqui). Para quem não conhece, esta é a casa em que morou Anne Frank, autora do livro “O Diário de Anne Frank”. Neste livro, famoso mundialmente, está o diário de uma adolescente que viveu escondida com sua família, durante o holocausto, nesta casa que hoje é um museu. Ali ela passou cerca de 2 anos trancada com sua família e mais 4 pessoas, até serem descobertos pelo exército nazista e levados aos campos de concentração.

Há duas opções de ingressos: o básico e outro com uma introdução feita por um guia, que dura cerca de 30 minutos (ao custo extra de 7€). Para aqueles que não leram o livro, recomendo ler antes de ir, caso contrário o passeio poderá não ser tão interessante.

Canais de Amsterdam Holanda

amsterdam holanda
Os canais de Amsterdam, que são o “símbolo” da cidade

Os diversos canais de Amsterdam são um dos símbolos da cidade. Para vocês terem uma idéia das dimensões, são cerca de 75 km de canais navegáveis e 1.000 pontes!!! Sua construção data do século XVII e o objetivava conter a água do mar, visto que a cidade fica abaixo do nível do mar. Muitas pessoas vivem em casas flutuantes, sendo que algumas estão abertas á visitação. Caso você tenha curiosidade em saber como é morar em uma delas é possível alugar uma delas pelo AirBnb (digitar “houseboat”). Nos canais é possível fazer tours de barco (custam a partir de 15€), passeios hop-on hop-off (a partir de 22 €) ou mesmo jantares românticos. Caso vá visitar a fábrica de Heineken, é possível comprar um pacote que inclui a visita à fábrica e um passeio de barco pelos canais.

Vondelpark

Este é o maior parque da cidade, e o mais famoso. No verão muita gente procura o parque para um lugar ao sol (mesmo no verão lá não é tão quente assim!) e estender sua toalha para um picnic. Eu recomendo conhecê-lo de bicicleta (veja aqui um post somente sobre isso). Enfim, vale a pena comprar uns quitutes e ir até lá passar algumas horas, e ter um dia mais calmo no seu roteiro.

Bloemenmarkt – O Mercado das Flores

Endereço: Canal Singel, 1012.

Esta feira que existe há 140 anos, acontece diariamente à beira do canal Singel, ali no centrinho de Amsterdam. Produtores locais reúnem-se no que é conhecido como o Mercado Flutuante, pois as barracas são na verdade barcaças atracadas no canal. Ali é possível encontrar uma grande variedade de flores, incluindo as famosas tulipas (principalmente entre março e maio), seus bulbos e também tulipas de madeira, que são ótimas lembranças. Lembrando que há regras bem rigorosas para o embarque de bulbos de tulipas para o Brasil, e talvez não valha a pena o correr o risco!!!

Também há em frente ao local diversas lojas de queijos e chocolates, que oferecem inclusive, amostras para provar (nunca comi tanto queijo em minha vida!). Também há diversas lojas com souvenires. Enfim, vale bem a pena conhecer o local!!!

E que tal conhecer também a Itália??? Veja dicas de Milão neste post.

Red Light District – Amsterdam

Muitos querem conhecer este bairro apenas por “curiosidade”, já que ficou mundialmente famoso por exibir em suas vitrines profissionais do sexo. Fotografias são proibidas, pois é considerado uma falta de respeito. Ele fica nos arredores da Praça Dam, e na região também é possível encontrar diversos bares, restaurantes e lojas. O movimento mesmo fica para depois das 16h, mas tome cuidado pois a região fica bem cheia e podem ocorrer pequenos furtos.

Tour Guiado em Amsterdam

Por fim, deixo aqui uma recomendação de uma empresa de Tour Guiado em Português, chamada “Rota Amsterdam”. Eles te acompanham nos seus passeios pela cidade e te contam tudo que você precisa saber sobre a cidade. Oferecem vários passeios, como, por exemplo, passeio de barco pela cidade, passeio de bicicleta, e City tour para Brasileiros. Estão muito bem avaliados pelo TripAdvisor (confira aqui), então fica aqui minha recomendação!!! Para reservar com eles basta seguir este link.

Atenção: usando o Voucher ‘ Viajandosemtedio’ você ganhará um desconto de 5% nos serviços da Rota Amsterdam.

Enfim, estas foram minhas dicas do que conhecer e fazer quando for para Amsterdam, na Holanda. Espero que tenham curtido e até a próxima!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima