o que fazer em Praga

O que fazer em Praga – Roteiro para 3 dias

Em dúvida do que fazer em Praga??? Irei mostrar neste post um roteiro de 3 dias que fiz pela cidade quando estive em 2018. No 4º dia aproveitei para fazer um passeio fora da cidade, em Karlov Vary, o que irei mostrar no próximo post. Mas caso esteja indo pela primeira vez, recomendo ler o post anterior, com as principais dicas da cidade.

Roteiro:

  • 1º dia: Ponte Carlos (Karlův most) + Cidade Velha (Old Town) + Bairro Judeu (Josefov)
  • 2º dia: Prédio Dançante + Esculturas de David Černý + Praça Venceslau + Casa Municipal
  • 3º dia: Castelo de Praga/Catedral de São Vito + Castelo Vysehrad

1º dia: Ponte Carlos (Karlův most) + Cidade Velha (Old Town) + Bairro Judeu (Josefov)

Ponte Carlos (Karlův most) – Praga

Esta linda ponte de 516 metros foi construída em 1357 e é a 2ª mais antiga da República Tcheca. Seu objetivo foi ligar a Cidade Velha (centro) até o Castelo de Praga. Leva este nome em homenagem ao Rei Carlos IV. É decorada com diversas estátuas de santos (réplicas das originais, que ficaram no Museu Nacional), em estilo barroco, e nas suas extremidades possui três grandes torres (duas em Malá Strana e uma na Cidade Velha). É uma ponte grandiosa, que forma um verdadeiro calçadão de pedestres e portanto, é um passeio completo. Se quiser, pode subir no topo das torres, de onde se tem vistas panorâmicas da cidade e do Rio Moldava, mas há uma taxa. Na ponte também há algumas barraquinhas de artistas, com alguns souvenires e pinturas.

o que fazer em Praga
Torre ao fim da Ponte Carlos, no Bairro de Malá Strana

Lendas sobre a Ponte Carlos

Diz a lenda que se usaram gemas de ovos na argamassa para reforçá-la!! O que se sabe é que a ponte antecessora desabou após uma inundação e esta continua firme e forte, mesmo após a última grande inundação em 2.002, a pior dos últimos 500 anos!!! Outra lenda é que caso você toque a placa abaixo da estátua de São João Nepomuceno (um dos santos da Boemia) você terá sorte e também garantirá o seu retorno à Praga. Mas na dúvida, não custa tentar né?!

o que fazer em Praga
Estátua de São João Nepomuceno, um dos santos da Boemia

Praça da Cidade Velha (Staroměstské náměstí)

o que fazer em Praga
Praça da Cidade Velha com Igreja ao fundo

Como eu não teria muitos dias na cidade, preferi logo de cara fazer um Tour Guiado saindo da Praça da Cidade Velha até o Bairro Judeu. Diversos guias, incluindo guias gratuitos, se reúnem em um dos cantos da praça e saem as 11h (chegar um pouco antes). Nosso guia falava português, e valeu muito a pena o tour, pois ele explicou muito bem a história desses locais, com muitas curiosidades. O tour durou cerca de 3 horas, e o preço foi ao redor de 80 reais.

A Praça da Cidade Velha é o ponto principal da cidade, e concentra diversas construções importantes, como a Igreja de Nossa Senhora de Tyn (em estilo gótico), a Igreja de São Nicolau (em estilo barroco). Além disso, possui a Torre do Relógio astronômico (Orloj) e a estátua de Jan Huss.

Quem foi Jan Huss??

Jan Huss foi um pensador e reformador religioso que teve muitos seguidores, conhecidos como hussitas. Ele bateu de frente com a Igreja Católica por discordar da venda de indulgências e a remissão dos pecados daqueles que participassem das cruzadas, além de condenar a ostentação da Igreja Católica. Por fim, foi excomungado, preso e queimado em uma estaca fora da cidade. Ele foi um precursor da reforma protestante que viria a seguir com Lutero. Apesar de no passado ter maioria católica, a República Tcheca conta hoje com apenas com 10% de católicos.

Igreja de Nossa Senhora de Tyn

A Igreja de Nossa Senhora de Tyn (Chrám Matky Boží před Týnem) foi construída com a ajuda de comerciantes em 1365 e o mais curioso desta Igreja é que a sua fachada fica escondida em meio a outras lojas. Para se entrar nela, é preciso entrar em uma das lojas (a que tem 4 arcos) e atravessar o seu corredor, até chegar então na porta de entrada.

A explicação para este nome é que a atrás da Igreja havia um pátio que se chamava pátio de Tyn, e o nome da Igreja traduzido seria algo como Igreja de Nossa Senhora em frente a Tyn. O guia nos explicou que a Igreja foi construída após os prédios comerciais, no espaço anteriormente ocupado por uma igreja menor, e que como sua construção ficou grandiosa, acabou sobrando pouco espaço e ela quase “encostou” nos prédios da frente. Importante mencionar que durante as missas ela é temporariamente fechada aos turistas.

Bairro Judeu (Josefov)

Na Cidade Velha também está localizado o Bairro Judeu, também conhecido como Josefov, que antigamente era murado. A formação do bairro iniciou-se na Idade Média e mesmo após diversas perseguições no decorrer da história, o bairro preservou várias sinagogas. Pode-se visitar o cemitério judeu mais antigo do mundo, composto por 12 mil lápides. O interessante deste cemitério é que após acabar o espaço para novos túmulos, foram se jogando novas camadas de terra e as lápides foram se acumulando uma por cima da outra. Acredita-se que estejam enterradas ali 100 mil pessoas!!! Para se visitar o cemitério é preciso comprar um ticket que inclui também entradas para as sinagogas.

bairro judeu praga
Uma das Sinagogas do Bairro Judeu

Diz a lenda que na época da ocupação nazista, Hitler quis preservar o bairro judeu para no fim realizar um museu exótico da raça que sofreria extinção.

Fora as sinagogas é possível ver neste bairro uma escultura em homenagem ao famoso escritor judaico Franz Kafka. É toda em bronze e possui 3,75 metros de altura. É inspirada em uma de suas primeiras obras: Descrição de uma Luta, uma série de contos que foram mostradas ao seu amigo Max Brod, que o incentivou a publicá-las e a seguir a carreira de escritor. Nesta escultura Kafka está montado sobre um terno vazio.

franz kafka
Escultura em homenagem à Franz Kafka

Beer Bike (bike de cerveja)

beer bike praga
A bicicleta movida a cerveja

Para encerrar o dia, caso você curta uma cervejinha, aproveite para passear pela cidade com uma “beer bike”!!! Além de ser muito divertido, você precisará queimar calorias em troca da cerveja, que é ilimitada!!! E você pode colocar suas próprias músicas para tocar durante o passeio, com o celular, via bluetooth. Os passeios costumam sair da Praça da Cidade Velha.

2º dia: Prédio Dançante + Esculturas de David Černý + Praça Venceslau + Casa Municipal

Prédio Dançante

Localização: esquina da Rasinovo Nabrezi com Resslova

Ônibus: parada Jiráskovo náměstí (linhas 176, 504, 510)

Metrô: estação Karlovo náměstí

o que fazer em Praga
Prédio Dançante

Este moderno prédio construído pelo arquiteto Vlado Milunic e em cooperação com o canadense Frank Gehry chama a atenção de todos que passam. Foi construído no local em que um prédio havia sido bombardeado durante a 2ª Guerra Mundial. Inaugurado em 1.996, possui o estilo denominado “desconstrutivismo”. Suas janelas assimétricas nas laterais dão um efeito tridimensional, ao passo que o prédio envidraçado simula uma dança, inspirada em Fred Astaire e Ginger Rogers. Atualmente, o prédio possui por escritórios, um hotel e no último andar, um restaurante.

Homem Pendurado (Viselec)

Endereço: Husova 4

o que fazer em Praga
Viselec, o Freud nas Alturas

Seguindo pelo Rio Moldava, após 15 minutos do Prédio Dançante, você chega nessa instalação artística, chamada “Socha zavěšeného Sigmunda Freuda” ou simplesmente Viselec, o Homem Pendurado. Esta curiosa obra do artista David Černý (o mesmo do Rosto de Franz Kafka e do Cavalo Kůň – irei mostrá-las adiante) mostra um homem, que seria Freud, segurando um mastro apenas com uma das mãos, como se quisesse se suicidar. Existem diversas interpretações: uma delas seria a representação do medo que Freud tinha de lidar com a morte; outra, seria da pressão de ser um intelectual no séc XX.

Kůň (Cavalo)

Endereço: Ruas Štěpánská 61 ou Vodičkova 36

Dentro de uma galeria de lojas chamada Lucerna, pode-se encontrar esta outra obra do David Černý , que representa o Rei Venceslau montado em um cavalo morto. Seria uma paródia em relação à estátua original na Praça Venceslau (Wencelas).

o que fazer em Praga
Kun, o cavalo suspenso

K. – O Rosto de Kafka

Endereço: Vladislavova 2

Na minha opinião, a obra mais surpreendente de todas de David Černý!!! Este rosto é formado por diversas tiras de aço que rodam e se encontram formando o rosto completo de Kafka, sendo uma representação da obra “Metamorfose”. Enfim, uma obra muito moderna e na vanguarda do seu tempo.

praga franz kaska
Instalação artística em movimento, obra de David Cerny

Praça Venceslau (Wencelas Square)

Esta enorme praça retangular fica em uma grande avenida no centro da cidade nova de Praga, e foi palco de grandes eventos históricos, principalmente políticos, com diversas manifestações populares, como a Revolução de Veludo. Na praça está a estátua original de São Venceslau montado sobre um cavalo, localizada em frente ao Museu Nacional.

Casa Municipal (Obecní dům)

casa municipal praga
Casa Municipal

E por fim, para finalizar o dia, recomendo assistirem um concerto na Obecní dům (Casa Municipal). Fomos no dia da Orquestra Filarmônica Jovem da Turquia e foi absolutamente incrível!!! Chegue meia hora antes pois costuma estar sempre cheio e demora um pouco para subir as escadas até a sala de concertos. O prédio em si já vale uma visita (ele também tem um restaurante e café para aqueles que quiserem apenas conhecer o prédio), pois o prédio tem decoração clássica, com diversas estátuas e acima da porta principal há um enorme mosaico.

Para comprar ingressos para a Casa Municipal ou outros eventos musicais, basta acessar este site: comprei nele e deu tudo certo.

concerto praga
Concerto na Casa Municipal

Pensando em viajar sozinho(a)??? Então veja dicas neste post.

3º dia: Castelo de Praga/Catedral de São Vito + Castelo Vysehrad

Castelo de Praga

Como chegar: Tram 22 (descer na estação Pražský Hrad) ou a pé pelas escadarias próximas à praça principal de Mala Straná ou a partir da estação de Tram Malostranská.

sao vito
Entrada da Catedral de São Vito

O Castelo de Praga, apesar do nome “Castelo”, não possui por nenhum castelo, mas sim, por um conjunto de edifícios, incluindo a Catedral de São Vito, e o Palácio Real. A construção deste complexo se iniciou no séc IX e era uma fortaleza que abrigava os Reis, tendo sido habitação do Rei São Venceslau e do Rei Carlos IV (o qual dá nome à ponte).

catedral de sao vito
Túmulo de São João Nepomuceno

Logo ao entrar no Castelo você dá de cara com a Catedral de São Vito, com sua construção iniciada em 1344 mas terminada apenas em 1929. Como sua construção perdurou por muitos séculos, seu estilo predominante é o gótico, entretanto acabou adquirindo influência de outros estilos posteriormente (como neogótico e renascentista). No interior, também gótico, com muitos vitrais, é onde está o túmulo de São João Nepomuceno e do Rei Carlos IV. Além disso, não deixe de visitar também a Capela de São Venceslau, que está decorada com mais de 1.300 pedras semi-preciosas.

o que fazer em Praga
Vista interna da Catedral gótica São Vito

Basílica de São Jorge

Sua construção é anterior à da Catedral de São Vito, no séc X. Apesar de possuir uma fachada bem simples, o interior é cheio de detalhes, com janelas com arcos e colunas, sendo toda construída em pedra.

castelo de praga
Basílica de São Jorge

Palácio Real de Praga

O Palácio Real era a residências dos reis, entretanto, sofreu diversas modificações com o passar do tempo e dos reinados. Ele possui 3 andares, com destaque, no andar inferior, para o Salão Vladislau, onde ocorriam festas e banquetes (ainda é onde ocorre a eleição do presidente); além da Chancelaria da Boemia. Pode-se visitar também uma varanda de onde se tem uma linda vista da cidade.

castelo de praga
Salão Vladislau

Viela Dourada (Golden Lane)

casinhas coloridas
Casinhas da Viela Dourada

Esta viela está na parte de trás do Castelo, e é composta por diversas casinhas coloridas, com portas bem baixas. No início abrigava os guardas e servos do Castelo e, posteriormente, abrigou os ourives (por isso o nome). Franz Kafka habitou uma dessas casas de 1.916 a 1.917. Algumas casinhas são lojas e outras foram preservadas para demonstrar como viviam seus moradores, com réplicas de mobiliários, roupas, instrumentos de trabalho, etc. Mas não deixe de visitar a casa nº 24, que possui uma armadura na frente: no 2º andar há um museu de armaduras medievais.

Nesta viela existem 2 torres, que serviam de prisão. Em uma delas, a Torre Daliborka, é possível visitar uma pequena exposição de instrumentos de tortura, além disso você terá a sensação de como era estar preso lá dentro, bem asustador!!!

Palácio de Rosenberg

Este palácio renascentista teve sua construção entre 1545 e 1574 e foi propriedade do Imperador Rodolfo II, mas, no séc XVIII sofreu uma reforma para dar lugar ao Instituto das Mulheres Nobres. Atualmente, possui escritórios do governo e algumas salas estão abertas a visitação. As vistas da janela são de perder o fôlego.

Palacio Rosenberg
Janela do Palácio de Rosenberg

Jardins do Castelo

Por fim, não deixe de apreciar os Jardins do Castelo, são 5 no total. Esta foto abaixo eu tirei no último jardim, antes da saída, onde temos uma vista panorâmica do bairro de Malá Strana com suas casas de telhado vermelho.

o que fazer em Praga
Vista Panorâmica de Praga dos Jardins do Castelo

Castelo Vysehrad

Como chegar: Tram: Nº 7, 8, 24 – descer na estação Albertov / Nº 3, 7, 16, 17 – estação Vyšehrad

Metrô – linha C (vermelha) – estação Vyšehrad

Por fim, esta atração foi a única que precisamos ir de transporte público. Tivemos que pegar 2 bondes, cerca de 40 minutos de viagem desde Malá Strana. Depois de descer é preciso uma caminhada de cerca de 5 minutos até a entrada. Este Castelo, que também é um complexo de prédios, tem muito verde ao seu redor, como se fosse um parque!!! É mais antigo que o Castelo de Praga, e está no alto de uma colina (significado do nome).

Possui uma linda Igreja (a Basílica de São Pedro e São Paulo), um cemitério com diversos túmulos de tchecos famosos, além de um mirante que possibilita lindas vistas panorâmicas de Praga, principalmente do Rio Moldava. No meio do parque há alguns túneis da época medieval e você também pode ver as antigas muralhas.

o que fazer em Praga
Vista Panorâmica do Mirante

Enfim, estes foram os passeios que recomendo para uma visita de 3 dias pela cidade de Praga. É uma cidade bem fácil de se deslocar, e por isso, em 3 dias é possível conhecer quase todos os lugares. Claro, que se tiver mais tempo poderá conhecer outras atrações além de conhecer cidades próximas, como, por exemplo, Karlovy Vary (próximos posts).

Indo para o exterior pela 1ª vez?? Então não perca as dicas deste post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima