o que fazer em veneza

O que fazer em Veneza Itália: Roteiro 2 a 3 dias

Veneza na Italia é deslumbrante em qualquer época do ano!!! Aqui irei listar alguns dos pontos principais que acho a pena visitar em uma estadia de 2 ou 3 dias. Eu fui no mês de julho, altíssima temporada. Apesar do tempo bom, não recomendo ir no verão, pois é muito quente, muito mesmo!!!

Hospedagem em Veneza Italia

Eu fiquei em um apartamento que aluguei via hostelword. Dei muita sorte, pois conhecemos nossos anfitrões, que eram um casal de brasileiros, e que nos deram um upgrade para uma casinha com quarto, sala e cozinha, e que nos deu a experiência verdadeira de como é morar em Veneza: ruas estreitas e escuras à noite, janelas que dão diretamente na rua, onde se vê os pedestres passando do lado do seu quarto!!! Uma experiência e tanto. Abaixo segue a foto da porta da nossa casinha de final de semana.

veneza hospedagem
Nossa casinha em Veneza

Chegando de trem em Veneza

Ao descer do trem você dá de cara com um dos canais de Veneza, e a sensação é indescritível: que lugar maravilhoso é esse??? Caso o seu hotel seja distante, então em frente à estação de trem você pode pegar um dos vaporettos. Entretanto, após comprar o bilhete, ao entrar no barco é preciso validá-los: caso contrário, se um fiscal solicitar o bilhete você poderá receber uma multa.

Atenção: a partir de 2024 poderá ser cobrada uma taxa de 10 euros para quem for passar apenas 1 dia na cidade.

o que fazer em veneza
Vaporetto no Canal

Como não se perder em Veneza

Quando eu fui, há alguns anos atrás, não existia Google Maps. Então eu diria que o medo de se perder foi grande, tanto que por isso tirei a foto da porta com o número, para lembrar onde era!!! rs Mas hoje, basta ter um celular e dar uma lida no meu post Google Maps – Como usar Offline que você não irá se perder!!! Mas que a cidade é como um labirinto, com várias ruas estreitas e iguaizinhas, isso ela é!!!

O que fazer em Veneza: principais pontos turísticos

Irei listar neste post os principais pontos turísticos que acredito que valha a pena conhecer em Veneza. Caso você tenha tempo, recomendo também dar um pulo em Lido, onde há praias (veja detalhes neste post) ou então em Burano, uma ilha com casinhas coloridas e que vende muito artesanato.

o que fazer em veneza
Calçadão Riva degli Schiavoni

1) Ponte dos Suspiros – Veneza

A Ponte dos Suspiros (Ponte dei Sospiri em italiano) fica ao lado da Piazza San Marco e conecta o Palazzo Ducale a uma antiga prisão (Prigioni Nuove). Ela tem este nome porque após o julgamento eles passavam por ali, em direção à prisão e, ao vislumbrar o mundo exterior pela última vez, suspiravam.

A ponte em estilo barroco do séc XVII é construída em rocha calcária, chamada Pedra de Istria. Infelizmente, quando fui, o local estava abarrotado de propagandas, mas os prédios ao lado possuem o mesmo estilo, com a mesma pedra, constituindo uma linda obra da arquitetura.

Há uma lenda que diz que os casais que atravessarem de gondôla sob a ponte e se beijarem, ao pôr-do-sol, com os sinos da igreja San Marco tocando, receberão o amor eterno.

ponte do suspiro
Ponte dos Suspiros

2) Piazza San Marco

É o local da cidade com mais gente e onde você encontrará a Basílica de São Marcos, o Palazzo Ducale, o Campanário, a Torre do Relógio, além de muitos restaurantes e cafés com mesinhas ao ar livre.

o que fazer em veneza
Piazza San Marco

Basílica de São Marcos

Esta Basílica de estilo bizantino começou sua construção em 978 e finalizou em 1092. Possui em sua fachada os chamados “Cavalos de São Marcos”, obras da antiguidade clássica, e que alguns acreditam ter feito parte do Arco de Trajano, e que foram enviados à Veneza após terem sido saqueados de Constantinopla. Mas atualmente, os originais ficam em uma sala de exposição, e o que vimos são réplicas em bronze.

basilica sao marcos veneza
Na frente da Basílica

O interior e o exterior da Basílica são repletos de mosaicos sobre um fundo de vidro dourado, o que traz um efeito bem forte. É importante mencionar que o mosaico foi uma arte que foi passada aos venezianos pelos artistas bizantinos, e talvez, para favorecer a produção de vidros de Murano, foi escolhido como a principal forma de decoração da Basílica, ao invés dos tradicionais afrescos.

A Basílica guarda em seu interior os restos mortais de São Marcos, trazidos de Alexandria, no Egito, por dois mercantes venezianos e retratados em um dos mosaicos na fachada da Basílica.

Campanário de São Marcos

Com 98 metros de altura, o Campanário, que fica em frente à Basílica, foi construído todo em tijolos vermelhos. Apesar de ter sido originalmente construído na mesma época da Basílica, foi reconstruído diversas vezes, e o que vemos hoje é obra da última reconstrução de 1.902, após seu último colapso devido a uma enorme fenda em sua base. Na parte superior possui uma cata-vento dourado, com a figura do Arcanjo Gabriel. Diz a lenda que quando ele começa a girar muito, é prenúncio da chegada da Acqua Alta, a maré alta que costuma inundar a cidade.

o que fazer em veneza
Campanário de São Marcos

Torre do Relógio

A Torre do Relógio, do séc XV, foi construída em estilo Renascentista e foi posicionada neste local para que pudesse ser vista do mar. Na parte inferior dela há um grande arco que dá acesso a cidade, em direção à ponte Rialto.

torre do relogio veneza
Torre do Relógio

Mas o que chama a atenção nesta torre são as 2 estátuas de bronze em sua parte superior, que são as responsáveis por tocar os sinos a cada hora: uma das estátuas é um homem idoso e a outra é um jovem, representando o passar dos anos. A um nível abaixo está o Leão de São Marcos apoiando sua pata em um livro aberto. Abaixo do leão está uma estátua da Virgem Maria com o menino Jesus. Do seu lado direito está um relógio mostrando as horas em numerais romanos, e do lado esquerdo, os minutos em numerais arábicos. Essas portas se abrem em 2 datas durante o ano: 6 de janeiro e no Dia da Ascensão. Nestas datas os 3 Reis Magos saem de uma das portas e dão uma volta ao redor da Virgem Maria e do menino Jesus.

relogio veneza
Detalhes do Relógio da Torre

O relógio principal tem em seu anel mais externo a marcação das horas em numerais romanos, com um ponteiro com um Sol dourado. Internamente estão os símbolos do zodíaco, que mostram a posição atual do sol em relação aos signos. Na região central do relógio está a Terra, e ao seu redor a Lua, mostrando sua fase atual, circundada por estrelas. Lindo, não?!

3) Palácio Ducal (Palácio dos Doges)

Preço do ingresso: 25 euros

Em alta temporada recomendo comprar com antecedência. O ingresso dá direito a conhecer o Museu Arqueológico Nacional, o Museu Correr, e a Biblioteca Marciana.

o que fazer em veneza
Detalhes para as colunas do Palácio Ducal

O Palácio Ducal, que fica ao lado da Basílica de São Marcos, foi um castelo no séc IX, sendo reformado no séc XIV, seguindo o estilo gótico. Foi sede do duque de Veneza e da Magistratura, e hoje é sede do Museu do Palácio Ducale. O prédio foi atingido por diversos incêndios, sendo que na última restauração, Ticiano e Paolo Veronese foram incumbidos de decorarem o interior das salas. No final do séc XVII incorporou-se as Prisões Novas, que ficam do outro lado do rio, interligadas pela Ponte dos Suspiros.

Mas o que surpreende neste prédio são os diversos arcos no andar térreo, onde há um imenso pátio. Sua fachada tem mármore esculpido com ricos detalhes.

Ao entrar no museu você encontrará uma majestosa Escada de Ouro, composta de afrescos no teto envoltos em ouro. As salas possuem diversos afrescos, incluindo alguns de Tintoretto, Ticiano, Veronese e Tiepolo. Além disso, é possível reservar horário para fazer um passeio pelo Itinerário Secreto, que inclui as prisões e sala de inquisição (maiores informações no site oficial).

4) Ponte Rialto

Um dos pontos turísticos mais famosos de Veneza é a Ponte Rialto. É uma das pontes mais antigas de Veneza, e a mais famosa (feita entre 1588 e 1591). Anteriormente ela era de madeira, porém, após sucessivas quedas foi construída em pedra. Por baixo dela passa o Grande Canal, que nos presenteia com uma linda vista!!! A ponte sofreu restauração recentemente, e voltou a ter todo o esplendor de antigamente!!!

Na ponte há diversas lojinhas e ao lado está o Mercado Rialto, o qual vale a pena uma visita!!!

o que fazer em veneza
Grand Canal em Veneza
ponte rialto
A ponte antes da restauração

5)Calçadão Riva degli Schiavoni

Por-do-sol no calçadão

Por fim, não deixe de caminhar por este calçadão que fica ao lado da Piazza São Marcos, margeando o mar. Possui diversos hotéis (inclusive o famoso Hotel Danieli, palco de gravações de “o Turista” com Angelina Jolie e Johnny Depp), restaurantes e é um ótimo ponto para se observar o pôr-do-sol.

Além disso, do calçadão você poderá tirar lindas fotos das gôndolas atracadas (agendar o seu passeio) e também visualizar a Ilha de São Jorge Maior.

Gôndolas atracadas

Enfim, estas foram algumas dicas do que fazer em Veneza em uma viagem de 2 a 3 dias. Espero que tenham gostado e até a próxima!!!

Indo para a Itália?? Que tal conhecer Milão?? Então veja dicas neste post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima